Relatos

Nascimento Murilo - Alice Neves e Diego Pereira

Meu relato começa no dia 18/06 quando fui à consulta com meu GO, ele me disse que prira gestação não espera 42 semanas e sim 41, e eu completava 41 semanas naquele dia, então ele sugeriu aguardar ate sexta feira e se não entrasse em trabalho de parto tentaríamos indução, já me deu a carta de internação e eu fui embora super chateada afinal esperei tanto por esse momento, mandei whats pra Suzana q me sugeriu ir ate o consultório dela e da Giovanna à noite e fui eu RS... ela me examinou e descolou a bolsa pra induzir naturalmente nos conversamos bastante a Gio fez acupuntura e a Suzana fez auriculoterapia.

Sai bastante empolgada pensando que agora sim entraria em tp. Cheguei em casa tomei um banho quente e o chá q elas me indicaram e fui dormir porque agora sim eu entraria em tp SQN, acordei na quinta feira sem sinal nenhum, então resolvi caminhar e tomar banho o dia todo fui ate em Alambari na feirinha kk e nada... enfim a noite já tinha desistido separei as malas deixei tudo pronto pra sexta feira que as 7hs internaria pra induzir fazer o que.

E sexta feira às 6hs despertou o celular e eu senti uma dorzinnha, mas pensei comigo ?É psicológico imagina que ia entrar em tp agora?, fui ao banheiro e outra dor, entrei no banho e mais uma dor, a Samara minha doula chegou e sai do banho e falei pra ela que achava que estava em trabalho de parto e veio outra dor pensei comigo ? Esse sim marcou com o GO o dia pra nascer kk?....e fomos pro hospital.

Chegamos junto com o medico ele me examinou e disse que estava com quase seis cm de dilatação, mas ainda deixou prescrito Misoprostol pra adiantar um pouco acredito eu.

Fiz um cardiotoco q ele pediu e tive a certeza que deitada não daria pra ficar meu Deus que horror, fui pro quarto e já entrei no chuveiro e fiquei ate a EO chegar pra abrir o pré parto, recebi muitas visitas das colegas de trabalho no chuveiro mesmo RS.

Andei pelo corredor e logo depois fui pro pré- parto, estava super tranqüila me lembro da Fernanda entrar no banheiro e me ver rindo e dizer que estava errado porque eu estava rindo... Mas era tranqüilo mesmo a dor vinha e logo ia embora como uma onda mesmo.

Fiquei no chuveiro quase todo tempo só saia de La pra EO me examinar, revezava fiquei na bola (que era o que mais me aliviava), no chão, na banqueta e quando vinha à contração a Samara fazia massagens maravilhosas e revezava com meu marido que aprendeu a fazer massagem na hora que precisava kk, me lembro que ele e a Sah usam óculos e quando eu olhava pros dois os óculos estavam todo embaçado devido ao vapor do chuveiro e eu achava um sarro.

Foi tudo muito tranqüilo mesmo ate que as coisas pioraram rsrs, porque como disse as contrações vinham e logo iam embora, mas naquela hora (não sei dizer à hora exata) elas vinham e iam embora, mas já vinha outra antes mesmo da ultima acabar e ai eu sai de mim, resolvi que não queria mais brincar daquilo tudo kkk, disse pra Sah e pro meu marido que não queria mais que era pra chamar todo mundo porque eu tinha mudado de idéia kkk e foi nessa hora que conheci outro lado do meu marido a Samara me disse que era assim mesmo q se eu achava q não ia agüentar mais era porque estava no fim e meu marido me deu muita força não me deixou desistir, eu falava pra ele que não agüentava mais e q eu tava falando serio e ele me dizia q também tava falando serio kk. Não me pergunte como é esta dor porque já não me lembro mais.

Logo fui pra cama pra EO me examinar de novo porque ela tinha q chamar a equipe toda. O problema é q depois q deitei começou a vontade de fazer força e não consegui me levantar mais infelizmente a Sah me sugeriu levantar tentar a banqueta ou ficar em pé mesmo, mas eu não conseguia mais.

Depois disso não me lembro de muita coisa, lembro que a secretaria veio avisar q o GO estava entrando numa cesárea naquele momento e q a EO pediu pra chamar a plantonista e eu não deixei porque não me dou muito bem com a tal.

Lembro também que a EO queria colocar soro em mim, mas eu não quis, não tinha por que.

E logo o GO chegou e depois disso só me lembro da minha vida mudando, sim, porque eu renasci no momento em que meu filho veio ao mundo, Murilo nasceu às 13h13min com 3, 460 e 55 cm, veio direto pro meu colo que emoção meu Deus, ficamos pouco tempo juntos logo levaram pra fazer as tais avaliações que foram muito boas com notas 9e 10 de apgar, mas ele voltou rapidinho pra mim.

Mas ai sim começou meu sofrimento o Murilo mamou, o GO massageou e massageou e massageou de novo (repito porque foi muito tempo de massagem e de dor), mas minha placenta não saiu e pra minha tristeza tive que ir pro centro cirúrgico (ah é não contei q tive meu BB no pré- parto por minha vontade é claro) tomar a tão temida anestesia pra poder tirar a placenta. Mas enfim fazer o que o principal que era meu BB estava bem.

Sei que não foi tudo perfeito que passei por muitos procedimentos desnecessários, mas ainda assim considero que vencemos o sistema porque lutei ate o fim pelo meu parto e ele aconteceu.

Enfim tirando a parte da placenta foi tudo muito maravilhoso só tenho a agradecer primeiramente a Deus por me proporcionar ser Mãe e por colocar pessoas tão maravilhosas no meu caminho.

A Samara Barth que foi minha doula voluntariamente (pois não teria condições de bancar uma) que mulher incrível, humilde, me tranqüilizou tanto que nem eu sabia que podia ficar tão calma, entrou debaixo do chuveiro comigo coitada foi embora tudo ensopa kk, só tenho elogios e gratidão a você e saiba que pro próximo (já pensando em próximo a louca kk) você esta convocada hein!

Ao AGE por me emponderar tanto, por me acalmarem quando precisei, sem vocês acho que teria ido pra uma desnecesarea, e rezo todos os dias pra que esse projeto dure e evolua muito pra ajudar a muitas mulheres ainda.

A minha Irma Débora por acompanhar todo meu trabalho de parto e de ser minha fotografa kk, você é uma mulher usada por Deus suas orações na fase final do meu parto me ajudaram muito.

Ao meu marido Diego por me apoiar desde o inicio e comprar minha causa em busca do parto normal, pela força pelas palavras q me encorajaram a não desistir, pelas massagens no tp e pelo pai maravilhoso q tem sido te amo. Principalmente por não acreditar em mim quando disse q não queria mais kk.

As minhas amigas Fernanda Brisola, Bruna Domingues, Solange Nery e Neli pelo apoio durante toda minha gestação vocês me deram força pra trabalhar ate o final da minha gravidez adoro vocês demais.

E por ultimo, mas não menos importante a Cris doula, Renata Olah e Gisele Leal vocês mesmo sem saberem me convenceram que o parto normal é o melhor e sonhar com o meu parto por tantas vezes antes mesmo de estar grávida cada relato era um choro de emoção e a convicção de que era aquilo que queria pra mim.

Relatos

O depoimento de um pai historiador

Hospitalar

Minha experiência gestacional e de parto: o depoimento de um pai historiador. A minha esposa (Érica Ramos gatíssima e lindona) e...

Nascimento do Otto - Larissa Pereira e Juliano Baltazar e Nina Baltazar

Domiciliar

A chegada de Otto Pela segunda vez, meu marido Juliano e eu estávamos prestes a vivenciar um dos momentos mais lindos...